UNESCO lança projecto global de eDNA para estudar a vulnerabilidade das espécies às alterações climáticas em sítios marinhos do Património Mundial

UNESCO

UNESCO lança projecto global de eDNA para estudar a vulnerabilidade das espécies às alterações climáticas em sítios marinhos do Património Mundial

UNESCO lança projecto global de eDNA para estudar a vulnerabilidade das espécies às alterações climáticas em sítios marinhos do Património Mundial 847 378 Década do Oceano

Um projecto ambicioso que utiliza ADN ambiental de ponta, conhecido como eDNA, para compreender a riqueza da biodiversidade dos sítios do Património Mundial Marinho da UNESCO é hoje lançado. O eDNA envolve a recolha, por cientistas e residentes locais, de material genético de resíduos, muco ou células de peixes provenientes de sítios seleccionados do Património Mundial Marinho, com o objectivo de monitorizar peixes, incluindo espécies listadas a vermelho pela União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN). O eDNA envolve a recolha e análise de amostras recolhidas do ambiente (solo, água, ar) em vez de um organismo individual.

The two-year eDNA project will help measure the vulnerability of marine biodiversity to climate change and the impacts of that change on the distribution and migration patterns of marine life across marine World Heritage sites. Launched at the start of the United Nations Decade of Ocean Science for Sustainable Development (2021-2030), it will help understand global trends and inform ongoing efforts to protect marine ecosystems and ensure future generations continue to enjoy the services they provide.

"Os sítios do Património Mundial Marinho desempenham um papel crítico na protecção dos ecossistemas marinhos de valor universal excepcional, e proporcionam oportunidades para o público apreciar e preservar os ambientes marinhos. As alterações climáticas estão a afectar o comportamento e a distribuição da vida subaquática e temos de compreender o que está a acontecer para que possamos adaptar os nossos esforços de conservação às condições em evolução". Ernesto Ottone R., Director-Geral Adjunto para a Cultura da UNESCO

“eDNA sampling can provide an innovative, affordable, and long-awaited capacity to better understand the ocean ecosystems, their composition and behaviour, and to start managing ocean resources more sustainably. It is a step toward the Ocean Decade’s vision of unlocking the knowledge we need to create the ocean we want by 2030.” Vladimir Ryabinin, UNESCO Assistant Director-General and Executive Secretary of the IOC of UNESCO

Sítios do Património Mundial Marinho da UNESCO são reconhecidos pela sua biodiversidade única, ecossistemas notáveis, ou por representarem fases importantes na história da Terra. Desde a inscrição do primeiro sítio marinho, a Grande Barreira de Corais (Austrália), na Lista do Património Mundial da UNESCO em 1981, a Lista cresceu para acolher uma rede global de 50 sítios marinhos, faróis de esperança para curar o oceano.

A utilização do eDNA na monitorização e recolha de dados oceanográficos está ainda na sua infância e os protocolos padrão para amostragem e gestão de dados serão racionalizados no projecto eDNA da UNESCO. Aplicará pela primeira vez uma metodologia consistente em múltiplas áreas marinhas protegidas simultaneamente, marcando o nascimento de padrões globais na amostragem e nas práticas de monitorização e gestão de dados, ao mesmo tempo que torna esses dados disponíveis ao público.

O projecto envolverá cidadãos locais, guiados por apoio especializado, por exemplo, na recolha de amostras de água, filtragem das mesmas e fixação do seu eDNA, que será depois sequenciado em laboratórios especializados.

Todos os dados serão processados e publicados pelo Ocean Biodiversity Information System (OBIS), o maior sistema de dados de acesso livre do mundo sobre a distribuição e diversidade de espécies marinhas, mantido e apoiado colectivamente por uma rede mundial de milhares de cientistas, gestores de dados e utilizadores. Trabalha para fazer avançar a nossa compreensão da vida no oceano, e ajuda a estabelecer indicadores que informam as políticas de conservação e gestão.

O projecto é implementado pela Comissão Oceanográfica Intergovernamental da UNESCO e pelo Centro do Património Mundial, com o apoio do Governo da Flandres.

***

Contacto para os meios de comunicação social : Clare O'Hagan, c.o-hagan@unesco.org

A DÉCADA DO OCEANO

A ciência que precisamos para o oceano que queremos

ENTRAR EM CONTACTO

PRÓXIMOS EVENTOS

SUBSCREVER A NOSSA NEWSLETTER

OPORTUNIDADES

Junte-se #OceanDecade

Preferências de privacidade

Quando visita o nosso sítio Web, este pode armazenar informações através do seu browser de serviços específicos, normalmente sob a forma de cookies. Aqui pode alterar as suas preferências de privacidade. É importante notar que o bloqueio de alguns tipos de cookies pode afetar a sua experiência no nosso sítio Web e os serviços que podemos oferecer.

Por motivos de desempenho e segurança, utilizamos o Cloudflare
necessário

Ativar/desativar o código de acompanhamento do Google Analytics no navegador

Ativar/desativar a utilização de tipos de letra do Google no navegador

Ativar/desativar vídeos incorporados no navegador

Política de privacidade

O nosso sítio Web utiliza cookies, principalmente de serviços de terceiros. Defina as suas preferências de privacidade e/ou concorde com a nossa utilização de cookies.