Enviado Especial da ONU para o Oceano inspira a juventude a proteger o oceano

UNESCO

Enviado Especial da ONU para o Oceano inspira a juventude a proteger o oceano

Enviado Especial da ONU para o Oceano inspira a juventude a proteger o oceano 810 360 Década dos Oceanos

O oceano, o nosso maior aliado contra as alterações climáticas, está em sérios apuros. No passado mês de Agosto, o Enviado Especial do Secretário-Geral das Nações Unidas para os Oceanos, Peter Thomson, efectuou uma visita oficial a Veneza para compreender como é que uma cidade na vanguarda da crise climática está a lidar com a crescente pressão. Durante a sua missão, a sua entrevista pessoal com a SkyTG24 investigou a importância da protecção dos oceanos para o nosso futuro. Thomson também dedicou algum tempo a conhecer os jovens do nosso Gabinete Regional da UNESCO - potenciais actores cruciais da Década dos Oceanos -, inspirando-os a promover sem reservas e com paixão a Literacia dos Oceanos.

Oceano e Clima, estamos longe da solução

O Oceano é o maior ecossistema do planeta, regulando o clima e proporcionando meios de subsistência para milhares de milhões, mas a sua saúde está em perigo. Um oceano saudável é crítico para toda a vida na Terra, e devem ser tomadas medidas imediatas para inverter o declínio do oceano. Muitos compromissos, promessas e medidas foram apresentados na Conferência Oceânica da ONU de 2022, realizada em Lisboa, Portugal, a 27 de Junho-1 de Julho.

No seu discurso no encerramento da conferência, Peter Thomson apontou o dedo à humanidade que travava uma guerra contra a natureza e o oceano do mundo - os pulmões do nosso planeta e a principal fonte de alimento para mais de mil milhões de pessoas - enfrentando agora uma crise multidimensional impulsionada pelas alterações climáticas, a pesca excessiva, a perda de habitat e a poluição. Contudo, enquanto o oceano está em apuros, existem soluções que nos podem ajudar a restaurar a sua saúde.

A 12 de Agosto, durante a sua visita ao sítio do Património Mundial, Veneza e a sua Lagoa, Thomson salientou a urgência de adoptar medidas concretas para construir a resiliência dos oceanos e comunidades mais sustentáveis. Nos últimos 60 anos, Veneza tem enfrentado um aumento das marés, inundações e danos nos ecossistemas devido aos efeitos das alterações climáticas. Uma visita inicial à lagoa organizada pelo Município de Veneza revelou como a cidade tinha adaptado as suas políticas para abordar esta questão em constante evolução através de iniciativas locais e nacionais.

O declínio da saúde dos oceanos é uma chamada de despertar

No final da visita, a SkyTG24 conduziu uma extensa entrevista frente a frente com o enviado especial da ONU para o Oceano. Thomson sublinhou que ainda há um longo caminho a percorrer. No entanto, registaram-se algumas melhorias desde a pandemia de COVID-19, especialmente depois de a Conferência das Nações Unidas sobre os Oceanos, realizada em Lisboa, ter assumido enormes compromissos de apoio à acção no domínio dos oceanos.

Thomson expressou descontentamento com a forma como a saúde do oceano está a avançar, e será necessário um trabalho significativo para se avançar no bom caminho. "Continuamos a dar um empurrão contra o aumento de 1,5°C da temperatura média global, acima da qual ecossistemas específicos começarão a entrar em colapso e a decompor-se. Somos advertidos a não exceder o limiar de 1,5°C, uma vez que isto terá inevitavelmente efeitos incalculáveis sobre a raça humana", observou ele.

2022 está a revelar-se um ano central para a saúde dos oceanos. Thomson articula ainda que o declínio da saúde dos oceanos é um "alerta" e que não existe um planeta saudável sem um oceano saudável. Como parte da sociedade, podemos começar por medir o declínio evidente da saúde dos oceanos e as estatísticas de sobrepesca pela acidificação dos oceanos, subida do nível do mar, poluição plástica, e taxas de aquecimento dos oceanos que levam à morte dos corais.

"Quase 750 milhões de pessoas vivem em áreas abaixo dos 5 metros abaixo do nível do mar, e todos os Estados-membros do mundo deveriam concordar em fazer uma mudança; esta união cooperativa fará a diferença em 2022", acrescentou ele.

"O sucesso é através de políticas e percursos educativos. Através do ensino, podemos evitar o desastre e deixar um futuro mais brilhante aos nossos descendentes", observou Thomson. "Sou um apoiante activo da Alfabetização Oceânica e da Educação Oceânica. Como sublinhou Audrey Azoulay, Directora-Geral da UNESCO, no seu discurso na Cimeira One Ocean em Brest, no início deste ano, a educação azul deveria praticamente ser ensinada nas escolas de todo o mundo".

"As pessoas protegem aquilo que amam, e para amar verdadeiramente algo ou alguém, em essência, é preciso conhecê-los bem. Para conhecer melhor o Oceano, temos de elevar a investigação e a educação. Estima-se que só conhecemos 20% das propriedades científicas do Oceano, razão pela qual os Estados Membros das Nações Unidas declararam a Década da Ciência do Oceano, 2021-2030". Peter Thomson, Enviado Especial das Nações Unidas para o Oceano

Baton salva planetas entregue à geração seguinte

Por ocasião do Dia Internacional da Juventude, 12 de Agosto, Thomson fez uma visita ao Gabinete Regional da UNESCO para a Ciência e Cultura na Europa e realizou uma discussão dedicada com a juventude do gabinete (35 anos e menos), culminando numa cerimónia de "entrega do bastão" e numa visão geral da iniciativa Relay4Nature. (Fotografia da esquerda para a direita: Lorenzo Castelli, Iuliia Kozlova, Zhi Ye, Andreas Mittermayr, Peter Thomson, Lidia Fernandes Pereira, Laura Bortolutti, Valentina Lovat, Costanza Fidelbo, Ivana Vrzic, Thi Ngoc Anh Nguyen e Enrico Green).

A Relay4Nature é uma colaboração global contínua para o bem-estar dos oceanos, liderada pela passagem de um bastão especial entre as equipas de estafetas, destacando os líderes, inovadores e defensores dos oceanos e o trabalho de conservação dos oceanos que estão a realizar. O bastão transporta mensagens de todos aqueles que estão dispostos a partilhar os seus compromissos e ideias em prol do ambiente.

Relay4Nature apresenta várias declarações de chefes de estado e outras personalidades ilustres que Thomson conheceu durante estes últimos anos. Depois de ouvir os pensamentos e opiniões dos jovens, pediu-lhes que preparassem e assinassem uma mensagem a ser incluída no Baton para a sua viagem à volta do mundo.

Thomson encerrou a sua missão em Veneza com uma visita à 'Ocean and Climate Village exhibition', atracada em Veneza, um exemplo de como a ciência pode ser comunicada eficazmente ao público em geral utilizando ferramentas e abordagens de alfabetização oceânica. Com a sua viagem a Veneza, Thomson ganhou mais esperança para o futuro do oceano. O encontro com os jovens na UNESCO foi sem dúvida um dos seus momentos mais memoráveis.

"Temos um alerta vermelho. Temos estado em guerra contra a natureza; temos de fazer a paz. A posteridade é da maior importância, e todas as acções devem ser tomadas para criar um mundo onde os nossos descendentes possam viver pacificamente e saudavelmente".

Peter Thomson, Enviado Especial da ONU para o Oceano

***

Ligações úteis:

A Ocean & Climate Village atraca em Veneza e capacita a Ocean Generation para a preservação dos oceanos

Entrevista TGSKY24 sobre Oceano e Clima Peter Thomson

A DÉCADA DOS OCEANOS

A ciência que precisamos para o oceano que queremos

ENTRAR EM CONTACTO

PRÓXIMOS EVENTOS

SUBSCREVER A NOSSA NEWSLETTER

OPORTUNIDADES

Junte-se #OceanDecade

Preferências de privacidade

Quando visita o nosso sítio Web, este pode armazenar informações através do seu browser de serviços específicos, normalmente sob a forma de cookies. Aqui pode alterar as suas preferências de privacidade. É importante notar que o bloqueio de alguns tipos de cookies pode afetar a sua experiência no nosso sítio Web e os serviços que podemos oferecer.

Por motivos de desempenho e segurança, utilizamos o Cloudflare
necessário

Ativar/desativar o código de acompanhamento do Google Analytics no navegador

Ativar/desativar a utilização de tipos de letra do Google no navegador

Ativar/desativar vídeos incorporados no navegador

Política de privacidade

O nosso sítio Web utiliza cookies, principalmente de serviços de terceiros. Defina as suas preferências de privacidade e/ou concorde com a nossa utilização de cookies.