O Programa Challenger 150 celebra a publicação da sua primeira análise regional que abrange o Atlântico Central e Sul

Challenger 150

O Programa Challenger 150 celebra a publicação da sua primeira análise regional que abrange o Atlântico Central e Sul

O Programa Challenger 150 celebra a publicação da sua primeira análise regional que abrange o Atlântico Central e Sul 1067 658 Década dos Oceanos

O Programa Challenger 150 tem o prazer de anunciar a publicação da sua primeira análise regional do estado do conhecimento do mar profundo do Atlântico Central e do Sul. A publicação Revisão da plataforma continental e do bentos de profundidade do Atlântico Central e do Sul: ciência, política e gestão representa o resumo mais abrangente até à data de alguns dos espaços oceânicos menos explorados do mundo.

O Programa Challenger 150 é uma cooperativa global com a missão de mapear a vida nos oceanos profundos e fornecer a ciência para apoiar o desenvolvimento sustentável. O programa inclui 12 grupos de trabalho regionais que reúnem investigadores activos em bacias oceânicas específicas para coordenar a investigação, dar prioridade a áreas de estudo e desenvolver capacidades. A revisão é um resultado do Grupo de Trabalho Regional de Investigação Científica do Atlântico Central e Sul do programa, co-presidido pela Dra. Kirsty McQuaid (África do Sul) e pela Dra. Maila Guilhon (Brasil).

A revisão, liderada pela Dra. Amelia Bridges da Universidade de Plymouth, reuniu 45 co-autores de 18 países e culminou em 6 recomendações de consenso comunitário para aqueles que consideram a investigação e/ou gestão na região. Combinando análises qualitativas e quantitativas, a revisão identificou áreas oceânicas particularmente subamostradas, incluindo o Golfo da Guiné, a margem nordeste da América do Sul e todos os grandes estados e territórios oceânicos.

Esta revisão é a primeira de uma sequência de revisões planeadas por cada um dos 12 grupos de trabalho regionais. O objetivo destas revisões é fornecer conhecimentos de base críticos para a região, identificar lacunas de conhecimento e servir como uma plataforma valiosa a partir da qual se pode planear a investigação futura.

O Programa Challenger 150 é apoiado pela Deep Ocean Stewardship Initiative e pelos seus projectos membros. Juntamente com os Grupos de Trabalho Regionais, o Challenger 150 apoia os Grupos de Trabalho Técnicos que se centram no desenvolvimento de normas em matéria de métodos e medições, que são fundamentais para fornecer um conjunto de dados que constituirá a base do desenvolvimento de modelos de ecossistemas para avaliar os impactos cumulativos.

A DÉCADA DOS OCEANOS

A ciência que precisamos para o oceano que queremos

ENTRAR EM CONTACTO

PRÓXIMOS EVENTOS

SUBSCREVER A NOSSA NEWSLETTER

OPORTUNIDADES

Junte-se #OceanDecade

Preferências de privacidade

Quando visita o nosso sítio Web, este pode armazenar informações através do seu browser de serviços específicos, normalmente sob a forma de cookies. Aqui pode alterar as suas preferências de privacidade. É importante notar que o bloqueio de alguns tipos de cookies pode afetar a sua experiência no nosso sítio Web e os serviços que podemos oferecer.

Por motivos de desempenho e segurança, utilizamos o Cloudflare
necessário

Ativar/desativar o código de acompanhamento do Google Analytics no navegador

Ativar/desativar a utilização de tipos de letra do Google no navegador

Ativar/desativar vídeos incorporados no navegador

Política de privacidade

O nosso sítio Web utiliza cookies, principalmente de serviços de terceiros. Defina as suas preferências de privacidade e/ou concorde com a nossa utilização de cookies.