Aliança da Década dos Oceanos apela ao desbloqueamento do investimento na ciência dos oceanos para o desenvolvimento sustentável

COI-UNESCO

Aliança da Década dos Oceanos apela ao desbloqueamento do investimento na ciência dos oceanos para o desenvolvimento sustentável

Aliança da Década dos Oceanos apela ao desbloqueamento do investimento na ciência dos oceanos para o desenvolvimento sustentável 1200 842 Década dos Oceanos

O Aliança da Década dos Oceanos lança um Apelo à Acção por ocasião da Conferência Oceânica das Nações Unidas de 2022, em Lisboa, Portugal, para sensibilizar para a necessidade de aumentar o investimento na ciência dos oceanos para apoiar o desenvolvimento sustentável.

Embora tenha havido numerosas realizações na ciência dos oceanos nas últimas décadas, os actuais níveis de financiamento são insuficientes para inverter o declínio do estado do sistema oceânico.

Alterações climáticas, exploração insustentável dos recursos marinhos, poluição, desenvolvimento descoordenado do oceano e da zona costeira - face a ameaças cada vez mais significativas, o Apelo à Acção afirma a necessidade de investir na ciência orientada para soluções, a fim de restaurar a saúde do oceano e alcançar um desenvolvimento sustentável.

A este respeito, os Patronos e membros institucionais da Ocean Decade Alliance, que inclui Chefes de Estado, governos, líderes da filantropia e da indústria, reconhecem a Década das Nações Unidas da Ciência dos Oceanos para o Desenvolvimento Sustentável 2021-2030 (a "Década dos Oceanos") como uma oportunidade única na vida para reunir diversos actores para co-desenhar e co-delaborar ciência oceânica transformadora, desde a escala global até à escala local.

Desde a observação robusta dos oceanos, dados e informação, a inclusão do conhecimento indígena, o apoio aos Early Career Ocean Professionals e aos jovens, até à criação de capacidades abrangentes de desenvolvimento e aumento da alfabetização oceânica, "o oceano que queremos" só pode ser obtido através de um financiamento e investimento sistemático e sustentado. De facto, em média, os Estados dedicam apenas 1,7% dos seus orçamentos nacionais de investigação às ciências oceânicas (0,03% a 11,8%, dependendo do país), um valor que deve aumentar globalmente considerando o papel fundamental do oceano na regulação do clima e da sua rica biodiversidade.

Liderando pelo exemplo, a Ocean Decade Alliance compromete-se a utilizar as suas redes e influência para aumentar a sensibilização para a necessidade de aumentar o investimento na ciência oceânica e apoiar parcerias em todos os sectores da sociedade como base para a acção colectiva.

Criada em 2021, a Ocean Decade Alliance é composta por parceiros eminentes cujo mandato é catalisar o apoio à Década dos Oceanos através da mobilização de recursos orientados, do estabelecimento de redes e da influência, alavancando e multiplicando os compromissos financeiros e em espécie de recursos.

Clique aqui para ler a Chamada à Acção

Para mais informações, queira contactar:
Vinicius Lindoso(v.lindoso@unesco.org)

***

Sobre a Década dos Oceanos:

Proclamada em 2017 pela Assembleia Geral das Nações Unidas, a Década das Nações Unidas da Ciência dos Oceanos para o Desenvolvimento Sustentável (2021-2030) ("Década dos Oceanos") procura estimular a ciência dos oceanos e a geração de conhecimento para inverter o declínio do estado do sistema oceânico e catalisar novas oportunidades para o desenvolvimento sustentável deste enorme ecossistema marinho. A visão da Década dos Oceanos é "a ciência de que precisamos para o oceano que queremos". A Década dos Oceanos fornece um quadro de convocação para cientistas e partes interessadas de diversos sectores desenvolverem o conhecimento científico e as parcerias necessárias para acelerar e aproveitar os avanços da ciência dos oceanos para alcançar uma melhor compreensão do sistema oceânico, e fornecer soluções baseadas na ciência para alcançar a Agenda 2030. A Assembleia Geral da ONU mandatou a Comissão Oceanográfica Intergovernamental (COI) da UNESCO para coordenar os preparativos e a implementação da Década.

Sobre o COI-UNESCO:

A Comissão Oceanográfica Intergovernamental da UNESCO (COI-UNESCO) promove a cooperação internacional em ciências marinhas para melhorar a gestão dos oceanos, costas e recursos marinhos. O COI permite aos seus 150 Estados-Membros trabalhar em conjunto através da coordenação de programas de desenvolvimento de capacidades, observação e serviços oceânicos, ciência oceânica e alerta contra tsunamis. O trabalho do COI contribui para a missão da UNESCO de promover o avanço da ciência e as suas aplicações para desenvolver o conhecimento e a capacidade, chave para o progresso económico e social, a base da paz e do desenvolvimento sustentável.

A DÉCADA DOS OCEANOS

A ciência que precisamos para o oceano que queremos

ENTRAR EM CONTACTO

PRÓXIMOS EVENTOS

SUBSCREVER A NOSSA NEWSLETTER

Junte-se #OceanDecade

    Privacy Preferences

    When you visit our website, it may store information through your browser from specific services, usually in the form of cookies. Here you can change your Privacy preferences. It is worth noting that blocking some types of cookies may impact your experience on our website and the services we are able to offer.

    For performance and security reasons we use Cloudflare
    required

    Enable/disable Google Analytics tracking code in browser

    Enable / disable the use of Google fonts in the browser

    Enable/disable embed videos in browser

    Privacy policy

    Our website uses cookies, mainly from 3rd party services. Define your Privacy Preferences and/or agree to our use of cookies.