Curso de formação FAO-IOC na Namíbia para fazer o balanço dos métodos de processamento de dados oceânicos

IODE

Curso de formação FAO-IOC na Namíbia para fazer o balanço dos métodos de processamento de dados oceânicos

Curso de formação FAO-IOC na Namíbia para fazer o balanço dos métodos de processamento de dados oceânicos 800 526 Década do Oceano

A Namíbia está a acolher 17 cientistas e técnicos de 12 países africanos diferentes que estão a realizar as sessões práticas de um curso de formação mista em métodos de controlo de qualidade, processamento, interpretação e comunicação de dados de monitorização oceânica dos levantamentos R/V Dr. Fridtjof Nansen, que irão apoiar a harmonização e normalização desses métodos entre os países parceiros do Programa EAF-Nansen.

Este curso está a ser organizado pelo Programa EAF-Nansen da FAO em colaboração com a Subcomissão da UNESCO-IOC para África e os Estados Insulares Adjacentes, o Gabinete de Projectos da UNESCO-IOC para a IODE, e a Academia Global OceanTeacher, e está a estabelecer uma pedra angular para alavancar a cooperação regional na geração de produtos de ponta em oceanografia observacional para apoiar a ciência e gestão das pescas em toda a África.

Por último, esta iniciativa conjunta visa colmatar as lacunas e os desafios identificados no Roteiro da Década dos Oceanos para África no que respeita à formação no domínio dos oceanos, às capacidades de investigação e ao acesso equitativo aos dados, à informação, ao conhecimento e à tecnologia, promovendo parcerias transformadoras para o desenvolvimento sustentável dos oceanos em África.

***

Sobre a IODE:

O programa "International Oceanographic Data and Information Exchange" (IODE) da "Intergovernmental Oceanographic Commission" (IOC) da UNESCO foi criado em 1961. O seu objectivo é reforçar a investigação, exploração e desenvolvimento marinho, facilitando o intercâmbio de dados oceanográficos e informação entre os Estados-Membros participantes, e satisfazendo as necessidades dos utilizadores de dados e produtos de informação.

Sobre o Década do Oceano:

Proclamada em 2017 pela Assembleia Geral das Nações Unidas, a Década das Nações Unidas de Ciência Oceânica para o Desenvolvimento Sustentável (2021-2030) ("a Década do Oceano") procura estimular a ciência dos oceanos e a geração de conhecimentos para inverter o declínio do estado do sistema oceânico e catalisar novas oportunidades de desenvolvimento sustentável deste enorme ecossistema marinho. A visão do Década do Oceano é "a ciência de que precisamos para o oceano que queremos". O Década do Oceano fornece um quadro de convocação para cientistas e partes interessadas de diversos sectores para desenvolver o conhecimento científico e as parcerias necessárias para acelerar e aproveitar os avanços na ciência dos oceanos para alcançar uma melhor compreensão do sistema oceânico e fornecer soluções baseadas na ciência para alcançar a Agenda 2030. A Assembleia Geral da ONU mandatou a Comissão Oceanográfica Intergovernamental (COI) da UNESCO para coordenar os preparativos e a implementação da Década.

A DÉCADA DO OCEANO

A ciência que precisamos para o oceano que queremos

ENTRAR EM CONTACTO

PRÓXIMOS EVENTOS

SUBSCREVER A NOSSA NEWSLETTER

OPORTUNIDADES

Junte-se #OceanDecade

Preferências de privacidade

Quando visita o nosso sítio Web, este pode armazenar informações através do seu browser de serviços específicos, normalmente sob a forma de cookies. Aqui pode alterar as suas preferências de privacidade. É importante notar que o bloqueio de alguns tipos de cookies pode afetar a sua experiência no nosso sítio Web e os serviços que podemos oferecer.

Por motivos de desempenho e segurança, utilizamos o Cloudflare
necessário

Ativar/desativar o código de acompanhamento do Google Analytics no navegador

Ativar/desativar a utilização de tipos de letra do Google no navegador

Ativar/desativar vídeos incorporados no navegador

Política de privacidade

O nosso sítio Web utiliza cookies, principalmente de serviços de terceiros. Defina as suas preferências de privacidade e/ou concorde com a nossa utilização de cookies.