Conselho Consultivo da Década dos Oceanos: a primeira reunião em pessoa centra-se na orientação estratégica e revisão das Acções da Década propostas para endosso

COI-UNESCO

Conselho Consultivo da Década dos Oceanos: a primeira reunião em pessoa centra-se na orientação estratégica e revisão das Acções da Década propostas para endosso

Conselho Consultivo da Década dos Oceanos: a primeira reunião em pessoa centra-se na orientação estratégica e revisão das Acções da Década propostas para endosso 980 551 Década dos Oceanos

Os membros do Conselho Consultivo da Década reuniram-se de 28 a 30 de março de 2022 na sede da UNESCO, em Paris (França), para debater questões estratégicas que influenciam a implementação da Década dos Oceanos e apresentar recomendações sobre a aprovação das apresentações do Programa da Década.

Os quinze peritos do grupo multilateral foram anunciados em dezembro de 2021, na sequência de um processo de seleção entre mais de 240 candidaturas. Oriundos de treze países, os membros especialistas do Conselho Consultivo provêm do governo, do sector privado, da filantropia, da sociedade civil e da comunidade científica. A eles juntaram-se representantes de várias agências das Nações Unidas para prestar aconselhamento estratégico à Comissão Oceanográfica Intergovernamental (COI) da UNESCO na coordenação da Década das Nações Unidas da Ciência dos Oceanos para o Desenvolvimento Sustentável 2021-2030 ("a Década dos Oceanos").

A reunião constituiu uma oportunidade para a Unidade de Coordenação da Década (DCU), sediada no Secretariado do COI-UNESCO, dar uma visão detalhada da história da Década dos Oceanos, da fundamentação e do progresso da sua implementação, bem como das principais perspectivas e desafios para o futuro. O Conselho Consultivo da Década discutiu uma série de tópicos estratégicos prioritários, incluindo os meios mais eficazes para medir o progresso da Década dos Oceanos, a mobilização de recursos, o envolvimento de parceiros em Pequenos Estados Insulares em Desenvolvimento (PEID) e Países Menos Desenvolvidos (PMD), e as formas como os parceiros da Década podem envolver-se com os detentores de conhecimento indígena e local.

A rica diversidade de origens culturais, geográficas e sectoriais do Conselho de Administração garantiu uma revisão rigorosa de uma série de apresentações do Programa da Década através do Convite para Acções da Década n.º 02/2022. As recomendações dos peritos serão consideradas pelo Secretário Executivo do COI-UNESCO para informar a sua decisão final sobre a sua aprovação.

A reunião também analisou o âmbito do Convite à apresentação de propostas de acções da Década n.º 03/2022, a lançar em 15 de abril de 2022. O Conselho de Administração recomendou que o convite solicitasse a apresentação de programas relacionados com o Desafio 3 - Alimentar de forma sustentável a população mundial, e o Desafio 4 - Desenvolver uma economia oceânica sustentável e equitativa, bem como projectos da Década que se alinhem com um dos dezasseis programas da Década já aprovados. O Conselho de Administração apelou a que fosse prestado apoio técnico contínuo aos parceiros dos PEID e dos PMD que desejassem apresentar propostas através do convite.

A próxima reunião do Conselho está marcada para se realizar como um evento virtual em Setembro de 2022.

Clique aqui para ler o relatório da reunião na íntegra.

Conheça os Membros do Conselho Consultivo da Década dos Oceanos

***

Sobre a Década dos Oceanos:

Proclamada em 2017 pela Assembleia Geral das Nações Unidas, a Década das Nações Unidas da Ciência dos Oceanos para o Desenvolvimento Sustentável (2021-2030) ("Década dos Oceanos") procura estimular a ciência dos oceanos e a geração de conhecimento para inverter o declínio do estado do sistema oceânico e catalisar novas oportunidades para o desenvolvimento sustentável deste enorme ecossistema marinho. A visão da Década dos Oceanos é "a ciência de que precisamos para o oceano que queremos". A Década dos Oceanos fornece um quadro de convocação para cientistas e partes interessadas de diversos sectores desenvolverem o conhecimento científico e as parcerias necessárias para acelerar e aproveitar os avanços da ciência dos oceanos para alcançar uma melhor compreensão do sistema oceânico, e fornecer soluções baseadas na ciência para alcançar a Agenda 2030. A Assembleia Geral da ONU mandatou a Comissão Oceanográfica Intergovernamental (COI) da UNESCO para coordenar os preparativos e a implementação da Década.

Sobre o COI-UNESCO:

A Comissão Oceanográfica Intergovernamental da UNESCO (COI-UNESCO) promove a cooperação internacional em ciências marinhas para melhorar a gestão dos oceanos, costas e recursos marinhos. O COI permite aos seus 150 Estados-Membros trabalhar em conjunto através da coordenação de programas de desenvolvimento de capacidades, observação e serviços oceânicos, ciência oceânica e alerta contra tsunamis. O trabalho do COI contribui para a missão da UNESCO de promover o avanço da ciência e as suas aplicações para desenvolver o conhecimento e a capacidade, chave para o progresso económico e social, a base da paz e do desenvolvimento sustentável.

A DÉCADA DOS OCEANOS

A ciência que precisamos para o oceano que queremos

ENTRAR EM CONTACTO

PRÓXIMOS EVENTOS

SUBSCREVER A NOSSA NEWSLETTER

OPORTUNIDADES

Junte-se #OceanDecade

Preferências de privacidade

Quando visita o nosso sítio Web, este pode armazenar informações através do seu browser de serviços específicos, normalmente sob a forma de cookies. Aqui pode alterar as suas preferências de privacidade. É importante notar que o bloqueio de alguns tipos de cookies pode afetar a sua experiência no nosso sítio Web e os serviços que podemos oferecer.

Por motivos de desempenho e segurança, utilizamos o Cloudflare
necessário

Ativar/desativar o código de acompanhamento do Google Analytics no navegador

Ativar/desativar a utilização de tipos de letra do Google no navegador

Ativar/desativar vídeos incorporados no navegador

Política de privacidade

O nosso sítio Web utiliza cookies, principalmente de serviços de terceiros. Defina as suas preferências de privacidade e/ou concorde com a nossa utilização de cookies.